segunda-feira, 28 de novembro de 2016

EU RECOMENDO // 10 lugares para saborear Portugal

Ivone Carvalho (*)
Convidada especial do Gastronomix

“Sou portuguesa, da região norte do país (perto do Porto), e o visito sempre que posso.

Gosto muito de frutos do mar e sempre opto por restaurantes que possuem estas opções. Gosto muito do A SALGUEIRA, localizado em Apulia, na cidade de Esposende. Os peixes são sempre frescos. Tem um aquário na entrada com alguns crustáceos que são pescados, dependendo do seu pedido. A casa é próxima ao mar e a entrada é um encontato, com a vista do mar e os moinhos de pedra!
Na sequência, vale a pena terminar o almoço comendo um doce e na pastelaria (doceria) MARBELA. Lá, você encontra desde os tradicionais doces portugueses, a bombons e doces franceses divinos. É impossivel comer só um!!! experimente as Clarinhas de fão, um doce regional de origem conventual. 
Na cidade de Viana do Castelo indicio o MAGMA CAFFÉ, que descobri na minha última visita, semanas atrás.  Local simples, bom atendimento e tem uma espetada de mariscos sensacional, tanto pelo frescor dos mariscos, quanto pelo cuidado no preparo. Serve três pessoas, nos padrões portugueses. 

Para comprar um queijo da Serra cremoso, indico o MANUEL NATÁRIO, famoso pelas Bolas de Berlin, sempre com fila na porta às 11:00hs e às 17:00hs, horário das fornadas do doce tão desejado.  Local cativo de Jorge Amado, com várias fotos do escritor espalhadas pela casa.

Para um lanche no final de tarde ou encontrar os amigos para tomar um vinho em um local descontraído e despojado e comer as melhores moelas de Portugal, indico o TASCA DO NECAS. Local simples, preços honesto  e petiscos muito bem preparados e temperados. Além disso, a alegria e simpatia do proprietário, Necas, me faz querer voltar sempre!

Em Ponte de Lima, vila mais antiga de Portugal, e que vale uma visita pelo seu charme e encanto, gosto do A CARVALHEIRA,com excelente carta de vinhos. Só o couvert já é um deleite, com iguarias regionais. Comi um Carneiro assado que pretendo repetir em minha próxima visita.
No DOURO, uns anos atrás, conheci o restaurante DOC, do chef Rui Paula, com vista para o Rio Douro e os vinhedos. Foi lá que descobri a gastronomia portuguesa com outros olhos. Atendimento e ambiente magníficos!
No PORTO, para mim cidade mais encantadora de Portugal, vale você tomar um drink, no final do dia, no hotel The YEATMAN, que possui uma vista espetacular. Outras sugestões são conhecer as vinícolas de vinho do Porto, se perder pela rua Santa Catarina e tomar um GIN, no THE GIN HOUSE.
E, para finalizar, o melhor bacalhau de Portugal para mim, é no TABERNA DO AFONSO. A casa serve apenas 2 opções de prato de bacalhau, além do Costeletão, para quem não gosta da iguaria. Tudo é de comer de joelhos!”

A SALGUEIRA
Rua da Salgueira, 4740-021
Esposende, Portugal
Telefone: +351 253 982 538

MARBELA
Rua Primeiro de Dezembro,
Esposende, Portugal
Telefone: +351 253 963 274

MAGMA CAFFÉ
Av. do Atlântico 97
Chafé, Portugal
Telefone: +351 258 333 574

MANUEL NATÁRIO
Rua Manuel Espregueira 37
Viana do Castelo, Portugal
Telefone: +351 258 822 376

TASCA DO NECAS
Rua de Santa Marta
Viana do Castelo, Portugal
Telefone: +351 258 831 643

A CARVALHEIRA
Rua do Eido Velho, nº 73
Pte. de Lima - Portugal
Telefone: +351 258 742 316

DOC
ruipaula.com   

The YEATMAN
Rua do Choupelo, 4400-088
Vila Nova de Gaia, Portugal
Telefone: +351 22 013 3100

THE GIN HOUSE
Rua de Cândido dos Reis 70
Porto - Portugal
Telefone: +351 964 764 971

TABERNA DO AFONSO

(*) Ivone Carvalho é empresária, proprietária do BierFass Lago e do Taypá.

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

NOTÍCIAS // Macunaíma's abre no baixo Asa Norte

Macunaíma’s é o nome do mais recente bar aberto no Baixo Asa Norte, localizado entre as quadras  408 e 409 Norte. O chef Felipe Evangelista criou o cardápio com intenção de tratar a gastronomia local com um respeito sarcástico enquanto satirizam comidas tradicionais de outros países em uma releitura.

Por exemplo, ali o “Fish and chips” se torna “Peixim com mandioca”, com porções a R$ 37. O prato tipicamente americano “Barbeque ribs” se torna Costelinha de porco com molho Barbeque caseiro de goiaba, com porções a R$ 35, e o famoso “Buffalo wings” vira “Azinha da peste”, em uma alusão ao molho picante “buffalo”, com porções a R$ 34.

O cardápio de bebidas aprecia ainda a produção local do Centro Oeste, trazendo chopps artesanais e regionais do Distrito Federal e Goiás. O local acomoda um limite de 40 pessoas 


Macunaíma
409 Norte bloco B loja 53

Telefone: (61) 3024-8437

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

EU RECOMENDO // 2 restaurantes e 3 vinícolas em Mendoza

Nina Rocha (*)
Convidada especial do Gastronomix

De uns tempos pra cá, eu e minhas amigas começamos a nos apaixonar pelo mundo dos vinhos. Para celebrar o aniversário de uma delas, decidimos juntar 10 mulheres e passear por Mendoza, na Argentina, destino imperdível para quem curte a bebida. Visitamos vinícolas, restaurantes e, em resumo, comemos e bebemos MUITO BEM.

Seguem os meus spots preferidos para quem planeja uma visita à região:

RESTAURANTES 

1884 – Francis Mallman
O chef, um dos participantes da 1ª temporada da série Chef’s Table, é conhecido mundialmente por usar o fogo no preparo de seus pratos. O forte da casa são as parrillas. Eu pedi a Entranã e foi umas das melhores que já comi na vida. Os pratos são grandes e eu recomendo que você divida. Assim, sobra um espacinho para as sobremesas, que são sensacionais. A carta de vinhos é incrível e com preço bom. Só funciona para jantar e é necessário fazer reserva. http://1884restaurante.com.ar/ 

Azafrán
Ótima opção para jantar depois de um dia de passeios pelas vinícolas. A adega tem boas opções (mais de 500) e para todos os gostos e bolsos. O bacana é que você não precisa pedir a carta de vinhos, basta levantar e ir até a adega, escolher o seu rótulo e voltar para a mesa.

VINÍCOLAS
As mais tradicionais e famosas, como Zuccardi, Pulenta e Catena Zapatta valem e muito o passeio, mas eu recomendo acrescentar outros destinos ainda pouco conhecidos de várias pessoas.
Carinae
Vinícola super pequena de um casal de franceses que se apaixonou pela região e decidiu ficar por lá. O processo de fabricação dos vinhos é bem artesanal. Não deixe de degustar o Syrah, o Prestige e o vinho de sobremesa deles. Se gostar, já compre por lá, pois é difícil de achar nas lojas.  http://www.carinaevinos.com/

Achaval Ferrer
Uma das mais lindas de Mendoza. Dá vontade de passar o dia por ali, sentada no sofá ao ar livre, admirando a Cordilheira e degustando os vinhos do local. Não deixe de provar o Quimera 2012, carro-chefe de lá.
O.Fournier
Sem dúvidas, o passeio mais imperdível de Mendoza. A bodega é um pouco afastada das outras, mas vale cada minuto de espera para chegar até lá. O local é lindo e rende fotos incríveis. A vinícola mais próxima da Cordilheira que visitamos. Não deixe de almoçar por lá, com menu degustação harmonizado, em seis etapas. A vista do restaurante, os vinhos, a comida... Tudo é perfeito. Uma tarde inesquecível!

(*) Nina Rocha é  jornalista, assessora de imprensa e social media.

sábado, 19 de novembro de 2016

NOTÍCIAS // Famiglia Valduga exportará para Chile e Rússia

Os espumantes brasileiros estão, cada vez mais, ganhando o mercado internacional.  O Grupo Famiglia Valduga começa a comercializar seus produtos para o Chile e Rússia. Com um crescimento de 40% das exportações, o grupo também exportará a linha de cervejas artesanais produzidas pela marca.  

Os primeiros rótulos enviados ao Chile serão os espumantes ícones, como o Brut 130, e a joia do espumante brasileiro, o Maria Valduga, além dos clássicos, como o Arte Tradicional Demi Sec, o Brut RSV e o Gran Nature.  O país andino também abre as portas para receber os cinco tipos de cerveja elaboradas pela Cervejaria Leopoldina, sendo o primeiro destino internacional das cervejas artesanais do Grupo Famiglia Valduga.
Já a Rússia terá acesso inicialmente aos principais rótulos de vinhos e espumantes da Casa Valduga. Serão exportados os rótulos: Origem Chardonnay, Origem Cabernet Sauvignon, Identidade Marselan, Raízes Cabernet Franc, Identidade Gran Corte, o Brut RSV, além de destaques, como o espumante Maria Valduga e o tinto Villa Lobos Cabernet Sauvignon.

A diretora comercial do Grupo Famiglia Valduga, Juciane Casagrande, participou do evento de lançamento dos rótulos no Chile e comemorou essa conquista. “Estamos muito contentes e ansiosos para embarcar nossos produtos para os consumidores chilenos e russos. O Chile é um país muito importante para a América do Sul e é um desafio e uma conquista muito grande exportar para um dos principais produtores de vinhos do mundo”.

SOBRE O GRUPO FAMIGLIA VALDUGA 
Reconhecido mundialmente por seu padrão de excelência e sua expertise em inovação, é composto pelas empresas Casa Valduga, vinícola que está entre as dez maiores elaboradoras de espumante e vinhos do País; Domno, elaboradora de espumantes e importadora de vinhos finos; Casa Madeira, produtora de sucos, geleias, antepastos e creme balsâmico; e Cervejaria Leopoldina, o mais novo desafio do Grupo.

As marcas estão localizadas em Bento Gonçalves (RS), no Vale dos Vinhedos, local onde a Família Valduga instalou-se quando chegou ao Brasil.  Já a Domno Importadora fica em Garibaldi (RS), cidade que também faz parte da rota turística da Serra Gaúcha.
Mais informações sobre as empresas do grupo podem ser obtidas nos



sexta-feira, 18 de novembro de 2016

NOTÍCIAS // IX Festival de Ceviches no El Paso Latino

Os chefs David Lechtig e Sebastián Parasole criam novas versões para o tradicional prato peruano com flores e frutas numa Ode à Primavera. O festival ocorre de 25 de novembro a 4  de dezembro.

Desde 2007, o chef peruano David Lechtig realiza anualmente festival para compartilhar receitas e novas criações do prato que hoje é um dos favoritos no mundo: o ceviche. Em 2016, com as contribuições do chef argentino Sebastián Parasole, David propõe versões com ingredientes que homenageiam a primavera e o frescor da chuva que ela traz.

O IX Festival de Ceviches do El Paso Latino será uma oportunidade àqueles que querem experimentar iguarias como o maracujá do cerrado, castanha de baru, salmão gravlax acevichado e até a exótica melancia mentolada, em harmonia com o prato símbolo do Peru.

São dez versões, a quatro mãos, de ceviches servidos nos almoços e jantares, em duos à escolha do cliente (R$ 59). Todos acompanhados por Causa Peruana, uma massa fria de batata, temperada com ají amarillo e limão e servida com salpicão de camarão, e uma Croqueta Criolla, o bolinho crocante de peixe, levemente apimentado.  David ainda propõe uma inusitada gelatina de pisco sour aromatizada com pétalas de rosa. “ A ideia é fazer com que o cliente renove o paladar entre as degustações”, explica o chef.

SOBRE OS CHEFS
David Lechtig é peruano de Ica e, em 1998, inovou quando abriu a primeira cevicheria na capital, o El Paso Latino. Realizou festivais para difundir a gastronomia do seu país. O El Paso Latino oferece, além do menu de ceviches, os pratos tradicionais da cozinha criolla e sulamericana. Além de uma carta com piscos (aguardente de uva peruana) e drinks feitos com a bebida.
Sebastián Parasole é formado pelo Instituto Argentino de Gastronomia (IAG). Foi Chef da Cátedra de Cozinha Fria no Instituto Argentino de Gastronomia. Chegou ao Brasil como Assessor da Coordenação do Curso de Gastronomia, com uma trajetória de 12 anos como educador gastronômico e é atualmente e Coordenador Geral do Curso de Gastronomia do IESB. Desde 2011, é sócio proprietário do Melhor Gourmet, grupo dedicado ao Turismo Gourmet com mérito Cultural e Educacional, em parceria com o estrelado restaurante El Celler de Can Roca em Girona e Espai Sucre em Barcelona. Sebastián é um dos chefes do Movimento #Cerradovivo no ano 2014, resgate e a divulgação da Biodiversidade do Cerrado Brasileiro. 

CEVICHE - A DELÍCIA ANDINA MAIS DIFUNDIDA NO MUNDO
O mais popular dos pratos peruanos tem várias versões históricas sobre sua origem.  É  sabido que a iguaria já era consumida  há mais de mil anos quando uma civilização pré-Inca, Chímu, começou a preparar o peixe com água salgada do mar, tumbo (fruta típica do norte do Perú) e ají amarillo . Chamavam essa mistura primitiva de Siwichi. Dizem que, com a chegada das escravas mouras, junto com os espanhóis, veio também um prato árabe chamado “Sei-vech”, que tem características parecidas ao nosso escabeche. A fusão dos dois pratos criou o ceviche atual.

O ceviche  consiste em pequenos pedaços de filé de peixe ou frutos do mar curtidos no suco de limão,  temperados com cebola roxa, ajís (pimentas) amarillo (mais suave) ou rojo (forte). Não bastasse a combinação primorosa de sabores, cores e texturas, o ceviche ainda tem motivos de sobra para virar tendência. Ele significa o retorno à simplicidade da cozinha. Celebra o frescor dos ingredientes. E combina alto teor de proteína com o mínimo de gordura. Conceitos bastante valorizados atualmente.

IX  FESTIVAL DE CEVICHES DO EL PASO LATINO
El Paso Latino  404 Sul
De 25 de novembro a 4 de dezembro
Funcionamento: Terça a Domingo
Horário: 12h às 15h / 18h às 23h30
Reservas: (61) 3323-4618

Aceita todos os cartões
Manobrista no local: R$ 10
R$  59 ( Duo de Ceviches + 1 causa peruana + 1 croqueta criolla )

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

NOTÍCIAS // Degustação de vinhos no C’est la Vie Bistrô

O C’est la Vie Bistrô & Creperia traz uma novidade para fazer da experiência na casa ainda mais agradável e saborosa. Toda segunda terça-feira do mês, o restaurante promove o Terça du Vin, um encontro onde as pessoas poderão degustar diferentes rótulos de vinhos e espumantes, conduzido por importadores com mais de 15 anos no mercado da bebida.

Nas degustações, títulos garimpados de ótima seleção e de justo custo benefício, com variedade de países, de uvas e de tipos de vinhos. Uma ótima opção para qualquer pessoa que queira ter um bom momento e se aprofundar ainda mais no mundo dos vinhos e espumantes, aproveitando-os em toda sua plenitude. 
Para o lançamento do Terça du Vin, no dia 22/11, serão oferecidos oito rótulos da nova carta de vinhos do C'est la Vie, além de duas degustações às cegas para dinamizar e criar um momento de descontração. Santiago Temer, da Trilix, importadora parceira do restaurante, comanda a degustação. Entre os rótulos de destaques está o Arunte Salento, um vinho da Puglia, Itália, 100% uva Negroamaro, de cor rubi intenso, bastante fruta vermelha e com excelente corpo.

Outro destaque é o LE VIN, um vinho francês de Bergerac, do enólogo e proprietário do Chateau de Mallevieille, Philippe Biau, eleito o vinhateiro do ano em 2010. Um outro vinho bem curioso, trazendo mais charme e enriquecendo a carta do C'est la Vie, é o chileno Winemarker's Secret Barrels, que não diz no rótulo as uvas, safra e nem a região.

Um vinho misterioso, para fugir do padrão totalmente, ainda vem na garrafa de 1000 ml. Sua aparência também chama a atenção. Alguns dizem que se parece com um uísque americano, outros com uma garrafa de remédio antiga da vovó.

TERÇA DU VIN
Data: 22/11
Horário: 19h30
Valor: R$ 80,00

C'est la Vie Bistrô & Creperia
CLS 408, Bloco A, loja 05
Telefone: (61) 3244-6353


quarta-feira, 16 de novembro de 2016

NOTÍCIAS // Mara Alcamim comanda feijoada solidária

A chef Mara Alcamim, do Restaurante Universal, comandará um almoço beneficente neste sábado (19 de novembro), das 12h às 15h. Quem for ao evento, no Cota Mil Iate Clube, além de apreciar a famosa feijoada da chef, estará ajudando o Centro Socioeducativo Santo Aníbal Maria, no Guará 2. Toda a renda será utilizada para pagar as despesas de fim de ano da creche, que atualmente atende cerca de 300 crianças de regiões carentes do DF e Entorno.

O valor é de R$ 60,00 por pessoa, com bebidas não alcoólicas e sobremesas da Maria Amélia Doces inclusas. Crianças com até 5 anos de idade não pagam, e crianças entre 6 e 10 anos pagam R$ 30,00. Os pontos de venda são: Cota Mil, Creche Santo Aníbal, Lojas Alphabeto (ParkShopping, Conjunto Nacional e Pátio Brasil), Drogaria Brasil, Clínica Villas Boas e Cartório JK. Não serão vendidos ingressos no local, no dia do evento. 
CENTRO SOCIOEDUCATIVO SANTO ANÍBAL MARIA
Conhecida como creche Santo Aníbal, a instituição de assistência social acolhe crianças e adolescentes em situação de risco. Além de atenção, os socioeducandos recebem, diariamente, refeições saudáveis conforme a Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN). Localizada na QE 40, Rua 20, Lote 2, no Polo de Modas do Guará 2, a casa não conta com recursos públicos e depende de doações para continuar com o trabalho, que contribui para que família de regiões carentes do DF e do Entorno tenham condições de buscar renda enquanto os filhos são educados e mantidos longe dos perigos das ruas. Para informações e doações: (61) 3301-1960 e (61) 98251-7888. 
Almoço Familiar Solidário com a chef Mara Alcamim
Em 19 de novembro (sábado), das 12h às 15h
Local: Salão Contemporâneo do Cota Mil Iate Clube (Setor de Clubes Esportivos Sul, Trecho 2, Conjunto 26/27, Lote 2)