segunda-feira, 30 de maio de 2016

EU RECOMENDO // A comida das vielas de Nápoles

Gil Guimarães (*)
Convidado especial do Gastronomix

Napoles é uma cidade de mais de 2000 anos e há, pelo menos, 300 tem na sua comida popular um orgulho . Pela vielas do centro antigo, na Spaccanapoli, Via Toledo ou pelo quarteirão espanhol é possível encontrar doces, pizzas, sorvetes, fritos e uma infinidade de delícias.

PIZZA FRITAS E FRITURINHAS
Fritas no óleo de amendoim, perfeito para altas temperaturas (180º C) é encontrada em 2 formas: a montanara, em que um pequeno disco é frito e, depois, coloca-se por cima o tomate e a Fiori di Latte ou na forma de um calzone (logicamente frito). Dos vários sabores, o mais tradicional e delicioso, vem com Ricotta Fresca, Provola defumada e Cicoli (um tipo de torresmo prensado).

Já nos Fritos os destaques são os Crocches (croquete de batata) ou o de Espaguete , o Aracinni (bolinho de risoto) com ragu, os peixinhos e outros tantos legumes empanados vendidos em unidades ou em cones de papelão.

Pizza frita
Antica pizza fritta Zi Esterina
Piazza Triste e trento, 53

Lá Figlia de Presidente
Via Grande Archivio, 23

Fritos
Antica Friggitoria della Marsadona
Via Giulio Cesare Capaccio, 27

Di Matteo
Via dei Trbunali, 94

Passione di Sofi’
Vvia Toledo, 206


PIZZA NAPOLETANA
Assada nos fornos napoletanos a 485ºC, no máximo, 90 segundos com fermentação natural ou muito lenta, ela faz parte da dieta mediterrânea. É leve e saborosa, de fácil digestão. É a grande estrela das ruas de Napoles, onde reinam a Margehrita (mozzarella de búfala, pomodori, basílico e azeite) e a Marinara (pomodoro, orégano, alho e azeite), vendidas a Portafoglio (dobrada e servida no papel).

Gennaro Salvo Pizza a Portafoglio
Via Toledo, 244

Pizzeria Port' Alba
Via Port' Alba, 18

Pizzeria Sorbillio
Via Partenope, 1
Se estiver na pitoresca Via Pignasecca, a dica é conhecer a Pizzeria e Tratoria Al 22 ( com, pelo menos, 70 anos) ou a Pizzeria Da Atillio. As duas são muito tradicionais e fazem a verdadeira comida popular e a pizza napoletana de primeira. Elas ficam uma do lado da outra na altura do número 22.

Fora do centro há muitas ótimas pizzarias bem estruturadas e confortáveis . Com pizzas que vão muito alem da Margehrita e Marinara. Outra ótimo opção pra conhecer a gastronomia da Campania e visitar o Ececllenze Campane, mercado com restaurantes e bares onde todos os produtos são locais, uma verdadeira viagem pela cultura e gastronomia Napoletana

Pizzeria Vuolo
Via Plinio, 9

50 Kalo
Piazza Sannazzaro, 201/b

Lá Notizia
Via Michelângelo de Caravaggio, 53

Eccellenze Campane
via Brin Benedetto, 69


DOCES
A doceira napoletana é também um dos destaques desta fantástica cidade, não se pode passar por lá sem se se deliciar com os sorvete, a sfogliatelle, a Pastiera Napoletana ou Babá al Rum. Pra finalizar, não deixe de tomar o melhor café do mundo. O tipo de torrefação e com uma técnica apurada e com equipamentos moderníssimos, eles tiram o melhor espresso do mundo. Muitos destes grão vêm do Brasil.

Pintauro
via Toledo, 275

Tarallificio Leopoldo
Via Flora, 212 ( não fica no centro)

Pasticeria Al Capriccio
Via Carbonara, 39

(*) Gil Guimarães é proprietário da pizzaria Baco, onde serve a verdadeira pizza napolitana, e  do Parrilla Madrid.

terça-feira, 24 de maio de 2016

NOTÍCIAS// Gil Guimarães inaugura o Napoli Centrale

O empresário Gil Guimarães, dono da pizzaria Bacco e do Parrila Madrid (ambos em Brasília), agora desembarca em São Paulo para uma nova investida. Ele abre a partir do dia 10 de junho o Napoli Centrale, localizado no coração de São Paulo no Mercado Municipal de Pinheiros. O espaço conta com quiosques de chefs renomados como Alex Atala, Rodrigo Oliveira e Checho Gonzales.   

A casa se propõe fazer a vera pizza napoletana e comida de rua de Nápoles. No cardápio destaque para a pizza, os fritos e o tortano, o famoso pão de Linguica de Nápoles. Para beber vinhos em taças e cervejas artesanais.

A pizza napoletana é elabora com farinha 00 e é assada no forno importado da Itália a temperatura de 485ºc, asada em até 90 segundos. O processo de produtivo pizza Napoletano é certificado pela associação da cera pizza napoletana. É um produto leve, saboroso e saudável faz parte da dieta mediterrânea.

Napoli Centrali – Mercado de Pinheiros
Rua Pedro Cristi, 89
Pinheiros, São Paulo


segunda-feira, 23 de maio de 2016

EU RECOMENDO // Brunch descolado em Paris

Clarissa Aldana (*)
Convidada especial do Gastronomix

Que aqui em Paris ir fazer um brunch aos fins de semana já se tornou uma instituição, não é mais segredo para ninguém. A questão é que, com tanta oferta, nem sempre é fácil escolher um lugar bacana, com boa comida, e que não nos faça cair na mesmice.

Seguindo a sugestão de um amigo, resolvi conhecer o Who's, um localzinho descolado e aconchegante, situado aos pés do Centre Georges Pompidou (Beaubourg). O bufê, bem diversificado, oferece um belo leque de opções que vão do croissant quentinho aos frios, passando por saladas variadas e pelo delicioso salmão. Resumindo: não tem erro, o agrado é para todos os paladares!

Agora, o verdadeiro diferencial do Who's é o atendimento. Os garçons, todos muito bonitos e simpáticos, nos atendem de pijama! Sabe aquele macacão usado pelos bebês que vem com a touca em forma de ursinho? Então, aquele mesmo, eles também o usam.

Para quem quiser comer bem e se divertir num ambiente super descontraído, fica a dica.


WHO´S
14, rue Saint-Merri
Telefone: +33 1 42 72 75 97
contact@whosparis.com

(*) Clarissa Aldana é especialista em Comunicação e Estratégias de Luxo.

terça-feira, 17 de maio de 2016

NOTÍCIAS // Vem aí o Bar do Universal Diner

O Universal Diner (210 Sul) inaugura seu bar no dia 25 de maio. Pequeno, mas animado, como faz questão de frisar a chef Mara Alcamim, o Bar do Universal Diner agora terá personalidade própria, que inclui novo conceito visual, além de cardápios de drinques e aperitivos próprios.

O bar será comandado pela produtora de eventos gastronômicos em Brasília, como Deguste e Tempera, Luciana Fabrino. Para montar a carta de drinks, foi escolhido Fabio La Pietra, que comandar o famoso SubAstor, com matriz em São Paulo e filial no Rio de Janeiro.

Inicialmente, a carta de drinques contará com 20 cocktails, que podem ser ampliados com o tempo. “A ideia é, a partir dos clássicos - porque não há inovação sem uma base forte –, chegar aos modern clássicos, os novos clássicos. Clássico não significa apenas o que todos mundo conhece há 10 anos. Há novas referências de clássicos, firmadas com consistência e técnica”, explica Fabio La Pietra.
 Como exemplo, ele antecipa duas opções da nova carta: o Martinez (gin, vermute tinto, licor Maraschino e bitter de laranja) e o Dry Lichia (uma releitura do dry martini, elaborado com suco natural de lichia, gin e vermute seco).

O estilo do Bar traz referências nova-iorquinas da década de 1950, casa com o conceito do espaço, inspirado nos bares speakeasy da época da Lei Seca norte-americana, mas não restritivos e sim com experiências que podem surpreender, envoltas em charme e mistério.
Para compor com o cardápio de drinques do Bar do Universal –a chef Mara Alcamim trabalha em um menu de aperitivos com comidinhas que combinem com os cocktails e a harmonização com bebidas mais aromáticas.

Bar do Universal Diner
Quarta, 25 de maio, no térreo do Universal Diner
CLS 210, Bloco C, Loja 18
Asa Sul, Brasília-DF
Telefone: (61) 3443-2089.
De segunda a sexta-feira, das 12h às 15h e das 19h à 0h. Sábado, das 12h às 16h e das 19h à 1h.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

EU RECOMENDO // As delícias do Líbano

Lídia Nasser (*)
Convidada especial do Gastronomix

Nas viagens anuais à terra de meus ancestrais, sempre se tem uma grata surpresa. Apesar de ser uma região em constantes conflitos, é também um lugar agradável e único em sua natureza. Refiro-me ao Líbano. Como se trata de um país muito pequeno, a facilidade de conhecê-lo por inteiro se torna encantadora. 

Ao andar alguns poucos quilômetros, você está ao norte, com lindas montanhas e um friozinho acolhedor; e, ao descer a montanha, com uma vista digna de parar e fazer não só uma, mas várias fotos. Logo na planície, tem-se um mar de tirar o fôlego, com imensas pedras e mais montanhas. E no caminho entre essas disparidades, tão próximas uma da outra, é possível encontrar diversas frutas à sua disposição. Muitas delas prontas para serem colhidas e apreciadas ali mesmo.

Bom, acho que já ficou clara a minha paixão por esse lugar, seja pela paisagem, a cultura, as pessoas ou pela gastronomia. Ao mesmo tempo que é extremamente simples, a cozinha libanesa é ousada, com temperos que provocam explosões de sabores não só no paladar, mas na memória. 

O lugar que gostaria de recomendar se chama Abu Arab. Trata-se de uma pequena loja, que pode ser encontrada em cada entrada ou saída das pequenas cidades. Lá, são vendidos os tradicionais Kaak - uma massa de gergelim em forma de bolsa (isso mesmo, uma bolsa). Ele é assado na hora e recheado de acordo com o gosto do cliente. Há sabores como Picon (queijo árabe), de zathar, coalhada, entre outras. A ideia é: vai fazer uma miniviagem? Pegue seu Kaak quentinho. Com certeza, ele NUNCA chegará inteiro ao destino final. (risos)
 Não posso me esquecer dos doces! Você não terá dificuldade em comer algumas variedades deliciosas. Entretanto, existem lugares que se especializaram nisso há décadas. Meu preferido é o Abdul Raahman Hallab & Sons, que desde 1881 faz os melhores doces do Líbano e tem lojas nas principais cidades. A que eu costumo ir fica em Trípoli, onde tem um mercado coberto repleto de tecidos, temperos e coisas que você definitivamente só encontra lá. Se for ao Abdul Raahman Hallab & Sons, não deixe de saborear o Kneef! É o doce imperdível! 
E uma paixão pessoal: vinhos! O Líbano é um dos países que produz vinhos há mais tempo. O vale do Bekaa já era citado na Bíblia como região produtora da bebida. Uma das vinícolas que possuem visita agendada é o Château Kefraya. Lá, é possível fazer a degustação completa de todos os rótulos, conhecer o processo de produção e ainda almoçar ao ar livre embaixo de uma parreira, envolta por lindas montanhas e ao toque de uma brisa que te proporciona paz. A maior parte da produção de vinhos do Líbano é exportada. 

Vale a pena conhecer um lugar que não é tão divulgado turisticamente. Garanto que sua mala e memória voltarão repletas de delícias e lembranças inesquecíveis.

Abdul Raahman Hallab & Sons
New Karout Mall, Gallery Semaan
Chiyah - Beirut, Líbano
Telefone:+961 71 001 881
Site: https://www.hallab.com.lb/

Château Kefraya
Kafraiya, Líbano
Telefone: 961-8-645333

(*) Lídia Nasser é chef do Empório Árabe.

quinta-feira, 12 de maio de 2016

NOTÍCIAS // Assista às novas aventuras de Bourdain

Anthony Bourdain é um cidadão do mundo que, ao longo de suas andanças, definiu método próprio de pesquisas: apreender  e imergir em diversas culturas por meio da gastronomia. A partir de sábado, 14 de maio, às 22h20, o canal TLC apresenta a nova série do chef,  ANTHONY BOURDAIN: FORA DO MAPA (Anthony Bourdain: Parts Unknow).

Em oito episódios de uma hora, ele viaja o mundo para conhecer os sabores e rituais que transformam o alimento na história, na tradição e memória dos povos. Os resultados são histórias, anedotas e relatos reunidos no formato docu-reality e contados nas palavras de Anthony.

Durante a temporada, Marrocos, Líbia, Peru, Congo, Myanmar e Colômbia estão entre os destinos visitados. Perambulando por mercados apinhados, ruas tomadas pelo cotidiano, ônibus e restaurantes populares, ele encontra entrevistados que o ajudam a investigar a dimensão cultural da gastronomia e as origens de receitas que apresentam novas texturas e combinações de sabor.

Na série, Anthony vai muito além da gastronomia e revela as raízes culturais que sustentam os hábitos alimentares locais. A seguir, as descrições dos três primeiros episódios de ANTHONY BOURDAIN: FORA DO MAPA.

EPISÓDIO 1
Estreia: sábado, 14 de maio, às 22h20
Em sua primeira viagem à República da União de Myanmar – antes conhecida como Birmânia –, Bourdain e sua esquipe descobrem a beleza e a gastronomia de um país que era, até pouco tempo atrás, território proibido para estrangeiros. Com a recente e tímida abertura diplomática, Tony finalmente consegue explorar essa região da Ásia marcada por tensões de um passado recente.

EPISÓDIO 2
Estreia: sábado, 21 de maio, às 22h20
A Los Angeles que poucos conhecem é tema do segundo episódio. Nada de letreiro de Hollywood ou de Beverly Hills. Anthony imerge na comunidade coreana de Los Angeles, Koreatown, especificamente nos quarteirões que serviram de epicentro para “Insurreição Rodney King”, em 1992. Na época, os imigrantes coreanos viram sua comunidade tomada por uma violenta onda de revolta popular contra a absolvição de policiais acusados de racismo.

EPISÓDIO 3
Estreia: sábado, 28 de maio, às 22h20
Do litoral paradisíaco às montanhas e plantações de coca que foram controladas por carteis do narcotráfico, Anthony explora a Colômbia contemporânea. Lá, as tradições gastronômicas convivem com mudanças rápidas e importantes que o país vive atualmente.

quarta-feira, 11 de maio de 2016

NOTÍCIAS // Programa de domingo: Assadoria Hermanos

Domingo, 15 de maio. É dia da segunda edição do Assadoria Hermanos, evento criado pela chef Renata Carvalho e inspirado nas tradicionais parrilladas de Buenos Aires, na Argentina. Das 11h às 16h, nos fundos do Loca Como Tu Madre (306 Sul), Renata mais chefs convidados preparam refeições feitas no fogo. Os cozinheiros servirão um menu com carne e acompanhamentos, além de sobremesa, a preços entre R$ 15,00 e R$ 30,00.

Nesta edição, a chef Renata chamou os chefs Marcello Piucco (El Negro), André Batista (Cacciatore Charcutaria), Rodrigo Almeida (consultor) e Tonico Lichtsztejn (400quatrocentos).
Para animar o ambiente, a DJ Tamara Maravilha se apresentará entre 12h e 15h, com um mix de músicas brasileira, latina e africana, com ritmos como samba, MPB, axé e batuques. Não haverá cobrança de couvert.

O Loca Como Tu Madre atenderá como bar do evento, com alguns dos drinques da casa como Spritz Aperol (R$ 23,00), Clericot (R$ 21,00), Tanqueray Tônica (28,00), Sangria (R$ 19,00 o copo), além de caipirinhas (R$ 15,00) e caipiroscas (R$ 18,00). O vizinho Ancho Bistrô de Fogo e o Bar dos Fundos (no Ancho) funcionarão normalmente, das 12h às 16h, com o cardápio completo de pratos e drinques.

Confira o menu do Assadoria Hermanos:

CHEF MARCELLO PIUCCO (EL NEGRO)
- Paleta de cordeiro assada lentamente no defumador, acompanhada de geleia de menta, arroz com cebolas douradas e farofa de alho - R$ 30,00
- Sandwich de Vacio - Sanduíche de vacio (fraldinha) grelhado na parrilla, fatiado e acebolado, montado na baguete com queijo provolone e molho chimichurri. Acompanha batata doce frita - R$ 25,00
- Chorizo Parrillero - Linguiça suína artesanal El negro grelhada na parrilla com salsa campeira (salada de tomate com cebola e pimentão), rúcula e papas bravas - R$ 20,00

CHEF RENATA CARVALHO (ANCHO BISTRÔ DE FOGO)
- Matambre kobe ao molho de cerveja preta acompanhado de purê rústico e picles de maxixe - R$ 30,00
- Ripa de costela assada na brasa, acompanhada de mandioca cozida – R$ 30,00

CHEF RENATA CARVALHO (LOCA COMO TU MADRE)
- Espetinho kobe com farofa crocante - R$ 15,00
- Espetinho kobe guarnecido de arroz cremoso defumado, enriquecido com legumes - R$ 25,00

CHEF RODRIGO ALMEIDA
- BBQ smoke de peito de boi acompanhado de salada coleslaw (à base de repolho), batata doce assada na brasa, quiche de cebola, penne cremoso e molho barbecue - R$ 30,00
- Petit gâteau de chocolate assado a bafo, com sorvete de creme e caramelo de bacon - R$ 15,00

CHEF ANDRÉ BATISTA (CACCIATORE CHARCUTARIA)
- Nock Tender Angus acompanhado de legumes assados e pão de alho - R$ 30,00

CHEF TONICO LICHTSZTEJN (400QUATROCENTOS)
- Leitão inteiro desossado e assado no bafo por 6 horas, guarnecido de vinagrete de abacaxi e farofa de malte - R$ 30,00
- Trio de costelinha de porco assada: defumada, com chimichurri e com barbecue - R$ 20,00


Assadoria Hermanos -  2ª edição
Em 15 de maio (domingo), das 11h às 16h
Nos fundos do Loca Como Tu Madre (306 Sul, Bloco C, Loja 36).
Pratos de R$ 15,00 a R$ 30,00.