segunda-feira, 2 de maio de 2016

NOTÍCIAS // Festival de Empanadas Regionais Argentinas

No mês de maio, o chef Gastón Almada está promovendo o Festival de Empanadas Regionais Argentinas.  São sete sabores distintos (veja abaixo). Elas serão entregues assadas e acompanhadas de molho chimichurri. Os pedidos têm de ser feitos com 24h de antecedência antes da entrega. Você pode escolher a massa normal ou integral.

6 unidades custam R$ 40,00
12 unidades R$ 70,00
Veja os sabores: 
Encomendas pelo celular (61) 9348.9779 com o chef Gastón Almada.

quinta-feira, 21 de abril de 2016

POR AÍ // O Nordeste é ali, no Mercado de Pinheiros

Gustavo Pereira
Colunista de Gastronomia do Gastronomix

Essa é uma daquelas dicas que deveria ficar trancada a sete chaves. Digo isso porque, quando queria comer no Mocotó, eu tinha de atravessar a cidade inteira num domingo às 11h da manhã para conseguir uma mesa às 15h da tarde. Claro que era uma diversão, aguardar uma mesa num domingo ensolarado num bairro desconhecido com uma caipirinha na mão. Mas tudo é lindo até a segunda vez.

Adoro o Mocotó, mas era literalmente um perrengue tudo isso. Agora, nossos problemas acabaram, desde o fim de 2015, o Mocotó Café está funcionando dentro do Mercado de Pinheiros, mas cuidado, tudo tem prós e contras.
O esquema é bem reduzido de pratos. Apenas dois pratos fixos e um que muda toda a semana. Vale muito a pena. O preço é barato e o sabor, daqueles que remete a infância. Quem nunca se deliciou em uma galinhada? Ou em um baião de dois?

Para matar a saudade do restaurante oficial, sugiro de entrada os famosos dadinhos de tapioca com geleia de pimenta. Crocantes na medida certa e macios por dentro, os dadinhos é uma atração à parte. E a geleia de pimenta vai muito bem. Aliás, se quiser comprar a geleia lá tem para vender, além de outros produtos usados no restaurante.
Como prato principal, o baião de dois completo com arroz, vinagrete de abóbora, carne de sol e farofa vale a viagem. Sabor intenso e bem servido para não ter reclamação. Na última semana, também experimentei a galinhada - de babar...
Tente ir cedo, pois tem fila e os pratos tendem a acabar rápido. E não esqueça de pedir uma sobremesa típica também como o pudim de tapioca com coco queimado. Não é tão doce, bem gostosa.Uma viagem ao nordeste sem sair de São Paulo.

Mocotó Café – Mercado de Pinheiros
Rua Pedro Cristi, s/b
Pinheiros - São Paulo
Telefone: (11) 3031-7932

domingo, 3 de abril de 2016

DRINK_ME // Drinks e petiscos no SubAstor

Depois de contar a história da coquetelaria em uma série de aulas acompanhadas de degustação de coquetéis clássicos e autorais, a sociedade etílica SubSociety, do bar SubAstor, retorna com uma nova proposta. Desta vez, os encontros mensais conduzidos pelo bartender Fabio la Pietra exploram os sentidos, harmonizando drinques autorais a petiscos e porções preparados especialmente pelo chef Marcelo Tanus. Neste edição serão três driques e seis petiscos.
 
Nesta edição, realizada no dia 11 de abril, os dois profissionais unem seus talentos no preparo de três drinques e seis petiscos. O tema desse encontro é a gastronomia das cantinas de São Paulo. No cardápio, a forte influência dos imigrantes italianos que chegaram por aqui e adaptaram suas receitas ao gosto do freguês. Pães italianos, embutidos, antepastos e, muitos queijos, que não podem faltar. No bate-papo, a dupla conta um pouco da história e da tradição dessa cultura revisitada em comidinhas e drinques.



Os encontros são realizados no próprio SubAstor (andar de baixo do bar Astor), a portas fechadas, sempre às segundas-feiras, para apenas 25 participantes. Os ingressos estarão à venda pelo site Foodpass (www.foodpass.com.br) pelo preço de R$ 170.
Sub Astor 
Rua Delfina, 163, Vila Madalena
Tel. + 55 11 3815-1364

quinta-feira, 31 de março de 2016

POR AÍ // (The Mercer) Kitchen: hambúrguer de primeira

Gustavo Pereira
Colunista de Gastronomia do Gastronomix
Um dos lugares que mais recomendo em Nova York é o Soho. Um bairro gostoso com prédios baixos e descolados, pessoas interessantes, bonitas, lojas incríveis e restaurantes deliciosos. E a grande vantagem não é tão cheio quando na Quinta Avenida. Andar por ali sem rumo é tão divertido que você acredita que está dentro de um filme de Woody Allen. Porém, o ideal é fazer reservas nos restaurantes por ali porque ficam cheios na hora do almoço.

Na semana passada, voltei ao restaurante (The Mercer) Kitchen que tanto adoro com alguns amigos. Localizado no coração do Soho, um restaurante sofisticado e chique do Chef do momento Jean Georges. Sabe aqueles encontros que estão sendo adiados há meses?

 Nada como um restaurante descolado para propiciar um encontro gostoso. E aprendi talvez uma das coisas mais importantes, se algum prato do cardápio leva o nome do restaurante, peça, deve ser delicioso. Pois bem, a mesa inteira foi de sanduíche com fritas. Mas vá por mim, não é um simples sanduíche. 
(The Mercer) Burger, como é conhecido o sanduíche, leva uma carne extremamente suculenta no ponto certo com um molho especial que NADA lembra o do Mc Donalds, abacate, queijo apimentado, cebolas caramelizadas e crocantes. E as batatas fritas estavam sequinhas e crocantes. Como o encontro era festivo, pedimos uma garrafa de vinho francês para acompanhar o sanduíche. Incrivelmente delicioso. Combinação perfeita.
Papo vai, papo vem e, depois de muitas risadas, decidimos pedir sobremesa para dividir na mesa. Ninguém é de ferro. Sem dúvida o melhor petit gateau de NY. O chocolate meio amargo que derrama ao abrir o bolinho com massa crocante é divino. Só sai com a sensação de que na próxima dá pra pedir um para cada. 

Afinal, Joey doesn’t share food.

(The Mercer) Kitchen
99 Prince St
Nova York - Estados Unidos
Telefone: +1 212-966-5454

terça-feira, 29 de março de 2016

NOTÍCIAS // Movimento Frida Pop: Gastronomia e Artes

Exposições de artes, festival gastronômico, aula de culinária, degustações de vinhos e tequilas, além de uma feira embalada pela música latina. Tudo isso para celebrar a artista mexicana Frida Kahlo. 

A iniciativa é da rede El Paso e será realizada entre 12 e 30 de abril nos os restaurantes da Asa Sul, da Asa Norte e do Terraço Shopping. Dentre as atrações, estão:

- Festival gastronômico, parceria do chef David Lechtig (El Paso) com chef mexicana Mari Carmen Saenz, uma das responsáveis por tornar a cozinha do México Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO. Carmen também dará aula no Instituto Cervantes de Brasília. 
- Lechtig, cônsul honorário do Conselho Nacional de Tequila, ensinará aos participantes um pouco da história e da arte da degustação desta destilada que é extraída da agave azul.

- A arte será representada pelas exposições das obras de Flamarion Vieira e da Urban Arts. A moda será representada pelas roupas da marca Ferrugem, as bijuterias do Ateliê da Jô, as estampas da Diva Papeteria e do Flamarion Vieira e as criativas camisetas da Verdurão.

Tudo exatamente como Frida gostava e embalado com boa música e drinks, que serão feitos pelo El Paso.

FRIDA POP - PROGRAMAÇÃO
12 a 30 - Exposição Ferrugem (Terraço Shopping).
12 a 30 - Exposição Flammarion Vieira (Asa Sul)
12 a 30 - Galeria Urban Arts (Asa Norte)
13, às 18h30 - Aula com a chef mexicana Mari Carmen Saenz (Instituto Cervantes).
15 a 17 - Festival Gastronômico (Asa Sul)
17, das 12 às 19 horas - Feira Frida Pop (Asa Norte)
18, às 20 h - Degustação de Vinhos Mexicanos com o especialista Rodrigo Leitão (Terraço Shopping)
25, às 20 h - Cata de Tequila  (Terraço Shopping)

Outras informações pelo (61) 3323-4618 e pelo e-mail atendimento@elpaso.com.br

segunda-feira, 28 de março de 2016

EU RECOMENDO // Um paraíso escondido no ES

Alan De Nadai (*) 
Convidado especial do Gastronomix

Cresci na serra do Espírito Santo, mas hoje não moro mais por aquelas bandas. Troquei de cidade e de estado, então o que não me falta é saudade. Desde que me mudei os invernos sempre me trazem boas lembranças. Recordo-me do fogão à lenha da minha avó. De ajudá-la a pegar a lenha seca e ascender o fogo para aquecer o corpo. Hoje essas memórias aquecem a alma.

No almoço de domingo, legumes e verduras eram colhidos na horta, e o resto feito pelos meus próprios avós, assim, tudo tinha um gosto especial.
Explico isso porque eu poderia falar sobre qualquer restaurante que visitei em algum outro lugar distante, mas tenho paixão por comida caseira. Por isso me lembrei de que meu lugar favorito não era preferido à toa. Ele fica bem perto de onde cresci.

Domingos Martins e Venda Nova do Imigrante são municípios da região serrana do Espírito Santo, possuindo excelentes opções de hospedagem e gastronomia. A principal atração fica por conta da Rota do Lagarto, composta por cafés e restaurantes, que atendem a todos os gostos, e de onde sempre se vê a exuberante Pedra Azul.
De todos que já visitei naqueles municípios, a Fazenda Saúde me encanta pela culinária despretensiosa e tão caseira quanto a da minha avó. Criado pela família Caliman, o restaurante forma um dos vários agronegócios familiares da região e, ainda, divide espaço com a casa da própria família.

O lugar possui um grande salão aberto, sem paredes, o que permite total contato com a natureza ao redor, sendo possível sentir a brisa fria que sopra na montanha. As mesas compridas e de madeira maciça, formadas a partir de troncos rústicos, deixam tudo com um clima bem italiano, como uma grande mesa de almoço em família. A água, que vem direto da nascente, cai em um tanque bem simples na entrada do restaurante, formando uma pequena piscina de água translúcida, limpa e gelada.

O restaurante ainda possui na decoração alguns objetos antigos da própria família, e outros garimpados na região. A comida, simples e saborosa, me leva diretamente para minha infância.
Do leite se aproveita tudo, faz-se o queijo e a puína, saborosíssimos. A polenta forma aquela casquinha no interior da panela, que, com muita criatividade, após aderir ao seu formato, é usada para colocar os deliciosos bolinhos de arroz frito. Come-se até o prato.

O macarrão é de massa caseira, os legumes os mais frescos possíveis. A polenta frita é feita ali mesmo, na chapa do fogão à lenha, onde o almoço é servido.

O bufê é variado, mas permanece o mesmo desde minha primeira visita, há aproximadamente dez anos.
O restaurante possui uma ampla aérea verde externa, composta por um gramado - que mais parece um grande tapete - jabuticabeiras, goiabeiras, palmeiras e eucaliptos. No centro há uma grande lagoa, refletindo tudo que a vê.

Depois do almoço, não pense que acabou o programa. Deitar-se na grama sob a sombra de uma árvore, ou mesmo sob o sol, sentindo-o aquecer levemente suas roupas, é o que tradicionalmente se faz por lá. Eu, por exemplo, estendo sempre minha toalha para aproveitar esse momento de total desconexão com qualquer problema do mundo.

Os donos, que sempre estão trabalhando no restaurante, são extremamente atenciosos, deixando qualquer convidado ainda mais à vontade. Essa simplicidade e receptividade me faz retornar a este restaurante toda vez que volto ao meu estado, toda vez que sinto necessidade de me reconectar com minhas lembranças e com minha infância. Gostaria que todos tivessem esse canto mágico, que engorda e faz tão bem.

Fazenda Saúde
Rod. Pedro Cola, 4
Venda Nova do Imigrante – Espírito Santo
Telefone: (28) 3546-1528


(*) Alan De Nadai é bacharel em direito. 

domingo, 27 de março de 2016

NOTÍCIAS // Boutique Passion entrega em casa

A partir desta terça-feira (29/3), a grife de carnes bovinas comandada pelo Grupo Sechis – Beef Passion – lança na capital federal espaço para revenda dos produtos. A Boutique Passion, inicialmente sem ponto físico, vai operar em plataformas digitais, por meio de site e do aplicativo, que já está disponível para download em celulares com IOS ou Android.

Basta pedir pelo aplicativo que haverá entrega em casa. Há inúmeras possibilidades no app. Entre elas, pedir o corte, montar um evento e fazer parte do Butcher´s Club. Até então, a empresa atuava no mercado da capital federal apenas como fornecedora para restaurantes e empórios, como o Ancho Bistrô de Fogo (306 Sul).