quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

NOTÍCIAS // El Paso completa 20 anos

O El Paso Texas completa duas décadas este ano. O aniversário será marcado com um menu especial (*), servido no almoço e no jantar, nas três casas da rede, entre os dias 2 e 15 de fevereiro, ao preço de R$ 41,90 – entrada, prato principal e sobremesa + 1 pisco sour.

Motivos para comemorar não faltam, tanto para o chef David Lechtig e seu sócio, Roberto, quanto para os frequentadores da casa. Para começar, puxe pela memória: no mundo atual, o que tem conseguido durar tanto tempo. Poucas coisas. Ainda mais quando falamos de estabelecimentos comerciais.

Depois, o tempo fez bem ao El Paso, que evoluiu em muitos sentidos desde que foi aberto, em 1995, ainda tendo Fanny - irmã de David – como a responsável pelo cardápio. A pegada era tex-mex, já que ela era formada em hotelaria pela Universidade de Houston, no Texas.
De lá para cá, vieram alterações no perfil do cardápio, incrementos originais na decoração e ampliação do espaço. Tudo num movimento inteligente e extremamente calculado pelos proprietários. Hoje, com unidades no Terraço Shopping e na Asa Norte, além de dois espaços geminados à matriz – o El Paso Latino e o El Paso Fiesta, a marca pode dizer que fez história em Brasília.

Fórmula de sucesso não existe, mas, nesse caso, pode-se atribuí-lo à qualidade mantida regularmente na cozinha e no serviço. Em qualquer lugar, há dias que nem tudo dá certo, mas lá sempre dá bem mais certo que errado graças ao carinho e respeito dos donos pelo público. Fica evidente o esforço para que ali seja um espaço de prazer, boa comida e drinks, risadas e diversão.

(*) Confira o menu especial de aniversário

ENTRADAS 
- Ceviche Galápagos (Equador) – Elaborado com robalo, camarão, lula e polvo.
- Chili de Carne Seca (México e Brasil) – O tradicional prato  tex-mex ganha versão brasileira ao substituir a carne moída pela carne de charque.
- Taco El Paso de Camarones (México) – Tortilhas de milho crocantes servidas com camarões, sour cream, salada, queijo e guacamole.

PRATOS PRINCIPAIS 
 - Picadillo Criollo (Costa Rica) - Filé-mignon cortado na ponta da faca, grelhado com champignons, cebola e tomate, levemente apimentados. Acompanhado de frijoles refritos (purê de feijão) e arroz caribeño, que tem como ingrediente principal banana frita.
- Arroz con Mariscos  (Peru)–  Tradicional arroz peruano, elaborado com camarão, polvo, lula, mexilhão e ají amarillo .
- Costillita Norteña (México) - Costelinha de porco assada e temperada com molho agridoce, levemente picante.

SOBREMESAS 
- Tres Leches con Crema de Avellanas (México e Colômbia) – O típico bolo mexicano imerso em leite evaporado, creme de leite, leite condensado, coberto com creme de chocolate com avelã.
- Churros con Dulce de Leche (Mexicano) – Como nas feiras mexicanas, servido para mergulhar no doce de leite.
- Quesadillas Romeo y Julieta (México e Brasil) – Tortilhas de trigo recheadas com queijo minas e goiabada, polvilhadas com canela. 
El Paso Texas  - 404 Sul, C, lj 23
Tel. (61) 3323-4618
Terça a quinta: Almoço de meio-dia às 15 horas / Jantar das 18 horas à meia-noite
Sexta e sábado: Almoço de meio-dia às 16 horas / Jantar das 18 horas à 1 da manhã
Domingos: Almoço do meio-dia às 16 horas / Jantar das 18 horas à meia-noite

El Paso Texas - Terraço Shopping
Tel. (61) 3233-5197
Segunda a quinta: Almoço de meio-dia às 15 horas / Jantar das 18 horas à meia-noite
Sexta e sábado: Almoço de meio-dia às 16 horas/ Jantar das 18 horas à 1 da manhã
Domingos: Almoço do meio-dia às 16 horas/ Jantar de 18 à meia-noite.

El Paso Texas – 110 Norte,  B, lj 18
Tel. (61) 3349-6820
Terça a quinta: Almoço de meio-dia às 15 horas / Jantar das 18 horas à meia-noite
Sexta e sábado: Almoço de meio-dia às 16 horas / Jantar das 18 horas à 1 da manhã
Domingos: Almoço do meio-dia às 16 horas / Jantar das 18 horas à meia-noite

RECEITA // Frango com quiabo e milho verde

O chef José Olivan Pego, do restaurante Divino Fogão, preparou uma comidinha com gosto de fazenda para os leitores do Gastronomix.  Segundo Olivan Pego, basta 1 horinha para o frango ficar prontinho. Depois, é só abrir a cerveja gelada e se deliciar. O Divino Fogão conta hoje com mais de 179 restaurantes presentes em todas as regiões do País.

FRANGO COM QUIABO E MILHO VERDE
Ingredientes
- 2,5kg de frango (coxas e sobrecoxas)
- 50ml de óleo
- 150g de cebola
- 50g de alho picado
- 300g de tomate picado
- 150g de pimentão vermelho
- 50g de sal
- 20g de colorau
- 3 folhas de louro
- 30g de caldo de galinha
- 1 litro de água fervente
- 500g de quiabo
- 2 limões
- 2 espigas inteiras de milho verde
- 500g de milho verde em grãos
- 250g de pimenta biquinho
- Salsa picada a gosto

Modo de preparo
- Tempere o frango com o sal e o limão. Reserve. Corte o tomate, o pimentão e a cebola em forma de cubos. Cozinhe o milho inteiro e depois corte em rodelas. Aqueça o óleo. Coloque a cebola, o alho e o colorau. Refogue e adicione o frango. Deixar dourar. Coloque o tomate, o pimentão, o louro e misture. Em seguida, coloque a água e o caldo de galinha. 

- Deixe cozinhar. Durante o cozimento, coloque o milho em rodelas, o milho em grãos e a pimenta biquinho. Verifique o cozimento do frango e o sal. Em outra panela, frite o quiabo (corte cubos de aproximadamente 3cm). Coloque o frango cozido em uma travessa e ponha o quiabo por cima. Decore com a salsa picada e pimenta biquinho.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

ME BATA UM ABACATE // O nascimento do unicórnio transexual...

O Gastronomix estreia nesta quarta, 28 de janeiro, a coluna ME BATA UM ABACATE. Quem conhece o jornalista, autor e diretor de teatro Sérgio Maggio já registrou e deve ter usado em algum momento o bordão que dá título à coluna, expressão criada por ele como resposta aos absurdos da vida.

Sempre bem-humorado e sagaz, Maggio tem o dom da ironia, na hora certa. E agora, ele desfilará suas crônicas, causos e histórias no Gastronomix. A cada 15 dias, às quartas, um texto inédito e gostoso vai embalar a conversa à mesa...

Baiano radicado em Brasília desde 2001, Sérgio Maggio é aquariano, pai de Ingrid, filho de dona Ester. Formou-se em comunicação pela UFBA e atuou por muito tempo no jornalismo cultural, no qual se iniciou em 1993. Em Brasília, foi subeditor de Cultura e crítico de teatro do Correio Braziliense. É autor do livro Conversas de Cafetina (Arquipélago Editorial) -- finalista do Prêmio Jabuti, em 2010 -- e das peças teatrais: O Cabaré das Donzelas Inocentes; Eros Impuro e Eu Vou Tirar Você Deste Lugar -- as duas últimas dirigidas por ele próprio.
Sérgio Maggio
Cronista do Gastronomix
 
Foi-se o tempo em que acordávamos com os jornais em mãos para saber o que os jornalistas (e eu sou um deles), estes seres que até o finalzinho do século passado se sentiam como oráculos do Universo, selecionavam o que o cidadão deveria ou não saber sobre este mundão de tantos deuses. Agora, muito antes de tocarmos no papel jornal, que ainda solta tinta como antigamente, as “notícias” pulam aos nossos olhos como crianças na hora do recreio. Duas delas me inquietam pelo grau de traquinice.

 “Mulher de três seios é presa por dirigir bêbada.”

“Com 190 intervenções estéticas no corpo, Ken Humano dos EUA decide implantar asas.”
Nem é preciso avançar na leitura para imaginar o conteúdo dessas pós-manchetes contemporâneas. Os títulos trazem em si toda a construção jornalística. Leio as duas separadamente e fico, como um menino, imaginando coisas. Quem sabe o sonho de Ícaro do Ken humano fosse ter em seus braços uma enlouquecida Barbie de três seios? Será que construiriam uma nova família perfeita? Ele com 191 intervenções cirúrgicas, ela com o terceiro mamilo, que nunca quis extirpar. 

E se o Ken convencesse-a a turbinar os três seios? Colocar silicone em cada um transformando-a na Mulher-Uva, àquela em que os mamilos dão em cacho. E o Ken? Depois de passar meio século em bocas de Matildes, suspeito de um namoro-fachada com a Barbie, supera a crise de identidade ao transformar no másculo Homem-Pássaro.
As questões existências são muitas entre esses dois estranhos e poéticos (por que não) seres. Qualquer chefe de redação vai querer que a reportagem sobre o casal responda às questões bipolares: Por que será que a mulher de três seios fica bêbada e saí por aí dirigindo? Felicidade ou depressão? E o Ken? Por que ele quer ser perfeito como um boneco? Vaidade ou obsessão?  Talvez não seja nada disso. Talvez seja tudo isso.

“Ah o ser humano”, como suspira de tempos em tempos uma amiga querida jornalista que trabalha num antigo jornal. O ser humano é essa loucura toda, que nunca coube nas redações senis, cheia de gente que não entende a loucura de um Ken humano pôr asas nem de uma mulher de três seios em tomar todas (em que pese a grave infração da direção perigosa). Os jornais tinham a missão de dar uma sanidade ao homem, bicho doido, filtrando o “bizarro”, “o circo dos horrores”, sem querer entendê-lo, talvez enfrenta-lo pelos olhos do não julgamento. Como um bom avô tradicionalista, envelheceu com tremores nas mãos, visão turva e um ranço de nostalgia.
Agora, essa criança incontrolável, ainda quase indomável, chamada de internet, quer escancarar as janelas do mundo, sem pudor algum. Até ser educada, podada, aculturada e socializada, vai quebrar os canecos (cuidado, alguns cacos são cortantes e mortais). E os internautas, voyeurs de um tempo em transição, que não se assustem se do casamento do Ken de asas com a mulher de três seios nasça um lindo Unicórnio transexual. Será que vamos aceitá-lo? Ou o condenaremos, como velhos leitores de jornais, ao gueto, assim como fizeram, outrora, com outros estranhos?

Enquanto isso, chega a notícia do último segundo: “Anitta e Claudia Leitte sensualizam juntas em ensaio da Mocidade”...

Ah, que saber. Me bata um abacate!

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

post it // 8 livrarias charmosas pelo mundo

Daniel Bitar
Colunista de Roteiros do Gastronomix

De todas as coisas bacanas que uma viagem proporciona, uma das mais legais é a descoberta de livrarias. Sim, livrarias! Não só pela possibilidade de se conhecer novos autores, de perceber as preferências de um povo na estante dos "mais vendidos", mas também pra descansar depois de horas de caminhada tomando um cafezinho e folheando uma revista. Algumas livrarias, por serem muito antigas, por se dedicarem a um único assunto ou por ostentarem um belo projeto arquitetônico, são um passeio a parte e, definitivamente, valem a visita. Selecionamos algumas livrarias que, de tão charmosas, vão agradar até quem não é tão fã de leitura.

1. LIVRARIA LELLO E IRMÃO – PORTO, PORTUGAL
Rua das Carmelitas 144
Telefone: +351 22 200 2037
https://www.facebook.com/pages/Livraria-Lello/169878093074664?fref=ts

2. EL ATENEO GRAND SPLENDID – BUENOS AIRES, ARGENTINA
Avenida Santa Fe 1860
Telefone: +54 11 4813-6052
Site: http://www.yenny-elateneo.com/


3.
 ATLANTIS BOOKS – SANTORINI, GRÉCIA
Main Marble Road - Oía, Santorini
Telefone: +30 2286 072346
Praça principal, em frente à Prefeitura
http://atlantisbooks.org/
https://www.facebook.com/atlantisbooks


4. SHAKESPEARE &CO – PARIS, FRANÇA
37 Rue de la Bûcherie
Telefone: +33 1 43 25 40 93
Site: http://shakespeareandcompany.com/

5.
LIVRARIA DA VILA – SÃO PAULO
Alameda Lorena, 1731 - Jardim Paulista

6.
BOOKS FOR COOKS – NOTHING HILL, LONDRES
4 Blenheim Crescent, Notting Hill
Telefone: +44 20 7221 1992
http://www.booksforcooks.com/


7. LIVRARIA LER DEVAGAR – LISBOA, PORTUGAL
Rua Rodrigues Faria,  103 - Ed. G - 0.3
8. LIBRERIA DEL CINEMA – ROMA, ITÁLIA
Via dei Fienaroli, 31/b
Telefone: +39 06 581 7724
Site: http://www.libreriadelcinema.roma.it/libreria/

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

EU RECOMENDO // Rio na ponta do garfo

Malu Gaspar (*)
Convidada especial do Gastronomix

"Faz parte da minha rotina como jornalista almoçar e tomar longos cafés com as fontes.  É à mesa que surgem algumas das melhores histórias, são feitas confidências e se cria uma relação de confiança essencial às boas apurações.  A serviço, já fui a muitos restaurantes famosos aos quais não iria nos finais de semana – alguns pelo preço, claro, mas principalmente pela comida.  Não sou nenhuma gourmet, lógico, mas tenho minhas preferências.  Às vezes, porém, surgem alguns aos quais eu iria todo dia se pudesse. 
Estou falando do Irajá,  que o chef Pedro de Artagão inaugurou em Botafogo no fim de 2011. Funciona num sobrado charmoso na Rua Conde de Irajá, ao lado do também delicioso Entretapas.   
Uma vez à mesa, sugiro começar com chips de mandioca,  seguir com um filé à piemontese à La Irajá e fechar com bolo quente de brigadeiro. Delicia.
Nos finais de semana,  tenho curtido os restaurantes do meu bairro, o Jardim Botânico, que tem o Lorenzo Bistrô, muito bom, Ibérico, recém inaugurado, gostoso e original, e o tradicional Quadrifoglio.  De todos, porém, destaco o
Seidô, do japonês Nao Hara, que por muito tempo encheu o salão do Shin Miura, tradicional japonês escondido entre as lojas de informática do edifício Avenida Central, no centro do Rio. No restaurante próprio do celebrado chef japonês, o atendimento é ótimo e o talento do chef está ainda mais afiado.  A cerveja é geladíssima e sempre vai bem com o trio de ceviches, que para mim é obrigatório.  Depois, quase sempre peço um combinado exótico. Mas nunca comi nada ruim ali, de modo que pode arriscar à vontade.

Dali, após o almoço, pode-se ir andando até a Lagoa dar um passeio – isso se o calor não estiver de derreter os miolos, é claro.  Nesse caso, melhor tomar mais uma cerveja, e relaxar até tomar coragem de migrar para outro ar condicionado... "

Irajá Gastrô
Rua Conde de Irajá, 109
Botafogo – Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2246-1395
Site: www.irajagastro.com.br/

Entretapas
Rua Conde de Irajá, 115
Botafogo – Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2537-0673
Site: www.entretapas.com.br/

Lorenzo Bistrô
Rua Visconde de Carandaí, 2
Jardim Botânico – Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2294-7830
Site: www.lorenzobistro.com.br

Quadrifoglio
Rua José Joaquim Seabra, 19]
Jardim Botânico, Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2294-1433
Site: quadrifogliorestaurante.com.br  

Seidô
Rua José Joaquim Seabra, 10
Jardim Botânico - Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2530-0675
Site: www.seidorestaurante.com.br/

(*)Malu Gaspar é jornalista e trabalhou na Folha de S.Paulo e na Exame. Atualmente, é editora na Revista Veja, no Rio de Janeiro. Gosta de samba, é corintiana e autora do livro Tudo ou Nada- Eike Batista  e a Verdadeira História do Grupo X  (Editora Record).

Veja entrevista sobre o livro: http://veja.abril.com.br/multimidia/video/malu-gaspar-eike-batista-sempre-apostou-no-tudo-ou-nada/

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Águas aromatizadas | combate ao calor!

Juliana Raimo
Colunista de Drinks do Gastronomix


Quem estiver conseguindo superar este calor das arábias pode contar o segredo. Tem dias que da vontade de se jogar dentro da própria pia da louça quando se está cozinhando. Fora o remorso que sentimos quando tomamos mais de um banho no dia – devido ao mega calor – com esta falta de água que está tendo em SP.

Então pensei hoje em sugerir bebidas refrescantes e que hidratam. Assim passamos esta fase cuidando da saúde. São três sugestões que utilizam água com gás incrementada com ingredientes especiais..


O chef Reinhard Pfeiffer, proprietário do restaurante paranaense Expedito, que ganhou destaque nacional ao se tornar um dos primeiros chefs brasileiros especialistas em gastronomia ovo-lacto-vegetariana, conta que é bem fácil e rápido combinar sabores e preparar águas aromatizadas para o Verão.

Algumas combinações que dão certo, sugeridas pelo chef:

-        rodelas de laranja lima com hortelã e canela em rama;
-        alecrim, rodelas de carambola e rodelas de limão siciliano;
-        pepino com folhas de menta ou manjericão;
-        capim limão e rodelas de frutas cítricas (limão siciliano, hortelã e alecrim ou manjericão, macerando levemente os ingredientes);
-        pétalas de rosas e gotas de água de rosas, encontrada em lojas de produtos árabes.

Segundo Pfeiffer, “ Com criatividade, o simples gesto de hidratar-se com água se torna uma”.
Vamos a três receitas:

01 | Água de rosas


Rendimento: 1 litro
Tempo de preparo: 10 minutos

01 laranja-baía
15 folhas de hortelã
08 gotas de água de rosas

Corte a laranja em rodelas e coloque-as em uma jarra. Junte a hortelã e macere levemente. Cubra com 1 litro de água filtrada e pingue a água de rosas. Leve à geladeira por 2 horas. Decore com rodelas de laranja desidratadas e pétalas de rosas míni.

02 | Água de tangerina e frutas vermelhas


Rendimento: 2 litros
Tempo de preparo: 10 minutos

2L de água de coco
01 tangerina
18 morangos
20 folhas de manjericão
20 mirtilos
12 framboesas

Descasque a tangerina, separe em gomos e retire a parte branca e as sementes. Coloque em uma jarra e junte metade do morango e o manjericão. Macere levemente cubra com 01 litro de água filtrada ou água de coco. Fatie o restante dos morangos e acrescente à jarra, junto com os mirtilos e as framboesas. Leve à geladeira por 2 horas antes de servir.

03 | Água de chimarrão com flor de laranjeira


Rendimento: 1 litro
Tempo de preparo: 10 minutos

Cascas de 1 abacaxi orgânico lavado com escova
01 litro de água filtrada
02 colheres (sopa) de erva-mate
02 ramos de capim santo
01 limão-cravo ou 1 limão-siciliano cortado em quartos
05 gotas de água de flor de laranjeira

Coloque as cascas do abacaxi em uma panela e cubra com metade da água. Leve ao fogo alto até ferver. Acrescente a erva-mate, e desligue o fogo. Coe e espere esfriar. Depois, junte o capim santo, macerando levemente, e complete com o restante da água. Adicione o limão e a água de flor de laranjeira. Leve à geladeira por 2 horas antes de servir.


-        Agradecimento
P+G Comunicação Integrada, Luciana Pompeu
Fotos Georgia Zerigota