quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

AO PÉ DO OUVIDO // Tem uma nova cantora...


Por Rosualdo Rodrigues

Silvia Machete é uma nova cantora... Aliás, na música brasileira, sempre há “uma cantora nova”. Mas com a Silvia é diferente, porque ela não só canta como pinta e borda no palco. Silvia passou 12 anos entre Europa e Estados Unidos fazendo apresentações de rua com o ex-marido, norte-americano. Esquetes de humor, truques circenses, teatro, música... Há dois anos voltou ao Brasil, solteira e disposta a investir na carreira de cantora. Aí gravou e distribuiu (quer dizer, vendeu em shows, por internet...) ela mesma um CD delicioso, chamado Música Safada Para Corações Românticos, que despertou o interesse do pessoal da EMI.

Foi assim que acabou chegando a uma grande gravadora e lançando o DVD Eu não sou nenhuma santa. Muito bom, porque dá idéia mais clara de quem é a artista, já que Silvia, como disse antes, é mais que uma cantora afinada. Ela roda bambolê enquanto faz um cigarro, sobe no trapézio, canta em um megafone, brinca com a platéia... É uma entertainer e faz um show divertido. E apresenta também repertório de bom gosto, eclético, misturando ótimas músicas compostas por ela mesma com outras de Erasmo Carlos, Hervé Cordovil, Sérgio Sampaio, Guns´n´Roses, Cindy Lauper... E, no fim, tudo tem a ver com tudo e com o clima de cabaré e o ar de diversão que Silvia propõe.

É difícil não prestar atenção na moça, não rir e não se deliciar com a voz dela e com o jeito próprio que tem de cantar o novo e o tradicional. Dá vontade de vê-la ao vivo, de conferir o show que ela apresenta na próxima terça (10/02) na choperia do Sesc Pompéia, em São Paulo. Ou, se não, esperar ansiosamente por março, quando ela vem a Brasília para show no Espaço Brasil-Telecom. Mas, para quem só tem interesse pela Silvia cantora, vale a pena dar um jeito de arranjar o CD Música Safada Para Corações Românticos em algum sebo ou baixar pela internet (eu vi no Um que tenha).

Um comentário:

Barbarella disse...

Oi Rosu,

Vc escreve deliciosamente...eu adorei e vou atrás das músicas...
Saudades, Barbarella.