sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Nacional Club | Drinks com tradição e história



Por Juliana Raimo

        


Este final de semana conheci uma personalidade no ramo da coquetelaria. Sr. Bernardo Sconza, primeiro presidente fundador da ABB, Associação Brasileira de Bartenders. Assinei a cenografia de um evento para a Revista Tpm onde fechamos o Nacional Club em São Paulo, para um final de semana de discuções e ações sobre o universo feminino. 


 Dulce e Bernardo


Uma das ações era um Nail Bar com apoio da marca risqué, onde a nossa querida Dulce Santos comandou e criou os coquetéis inspirados na linha de esmaltes. Esta ação ocorreu no tradicional bar do clube fundado em 1958. Junto ao bar tivemos a honra de conhecer seu mais antigo funcionário, o bartender Sconza.

Claro que não pude deixar de entrevistá-lo e aqui consagrar a história e a contruibuição que este simpático senhor trouxe a São Paulo e a todos os bartenders.

No dia 02 de Junho de 1966, o sr. Bernardo foi contratado pelo Nacional Club. Havia passado por importantes casas como Fasano (quando era na Barão de Tatui) , Tortuga no Guarujá e Tony’s Bar na praça da República.

No imponente bar todo de madeira e um sofá de couro de dar inveja, Bernardo recebia importantes empresários da cena paulistana na época como Assis Chateaubriand e Francesco Retti (da empresa Martini). Com 999 sócios - e não 1.000 segundo Sconza - era um clube voltado a negócios, onde as mulheres só pudiam frequentá-lo após as 18h, para não distrair a atenção dos cavalheiros”, segundo ele. (adorei o comentário, rsss).

Deste bar saiam todos os clássicos como Gin Fizz, Ton Collins, Negroni, Bloody Mary, Dry Martini e até um Whisky especial foi desenvolvido pela empresa Martini exclusivamente para os sócios.

















Em 1970, com o apoio do empresário Francesco Retti (da empresa Martini) na “Terrazza Martini”, 16o andar do Conjunto Nacional, foi fundada a ABB. De lá para cá as portas passaram a se abrir para os profissinais da área de coquetelaria e o Brasil passou a ser reconhecido mundialmente.





Eu agradeço ao sr. Bernardo Sconza, que aos 82 anos abre as portas deste estabelecimento todos os dias das 18h as 23h, mantendo a cultura a a história do drink viva.

E convido a todos para incluirem este bar no circuito coqueteleiro!


   

-        Bar do Nacional Club
Rua Angatuba, 703 - Pacaembu  São Paulo Brasil
+ 55 11 3871-0008
Horário: de 2a a 6a das 18 as 23h
http://www.nacionalclub.com.br/

-        ABB (Associação Brasileira de Bartenders)
http://www.assbb.org.br/

Nenhum comentário: