quinta-feira, 9 de julho de 2009

GASTRONOMIX // Babel para todas as línguas


No restaurante Babel, no fim da Asa Sul, Ocidente e Oriente se encontram. Eu até diria mais. Os ingredientes brasileiros ganham novo sabor quando harmonizados pelo engenhoso chef Willian Chen com ingredientes da gastronomia internacional. Jantar no Babel é uma grande e agradável surpresa.

Já tinha ido no local fazia um tempinho. À época, comi uns camarões gigantes. Lembro-me do paladar agradável que senti. Quis voltar lá para ver de perto as modificações do cardápio do chef. O ambiente pouco mudou. Pé direito alto, mesa bem posta, garçons atenciosos e uma parede com pratos da Boa Lembrança de todo o Brasil.

De entrada, comemos vieiras grelhadas na manteiga de endro com molho branco de parmesão (R$ 25,00). O nome do parto é Vieiras Coquilles Saint-Jacques. A vieira tem um sabor muito marcante. Eu curto. Estava gostoso, só faltou um pouco mais de sal.

Há outras opções para entrada como queijo coalho com molho teriaki (R$ 9,00) e anéis de lula, tentáculos de polvo e camarões salteados com alho, azeitona preta, tomate cereja, ervas frescas e azeite (R$ 29,00).

O jantar foi acompanhado pelo vinho argentino UX Mal, Chardonay (R$ 49,00). De prato principal, comi um e garfei o prato de outro.

Cordeiro com crosta de avelãs (R$ 56,00)
Costelinhas de cordeiro frenck rack com crosta de queijo
minas e avelãs picadas ao molho da própria carne,
acompanhadas de purê de mandioquinha


Magret de Camard ao Molho de Jabuticaba
Filé de Pato francês ao molho de vinho com jabuticaba e purê
de batatas com tomilho e manteiga de pimenta de cheiro
.

Ia parar por aí, mas a sobremesa me apeteceu deveras. Amo cupuaçu.

Cheesecake de cupuaçu (R$ 14,00).
Esperava mais. Achei a consistência do cheesecake
um pouco dura. É bem servido de cupuaçu.

Brownie de chocolate meio amargo (R$ 15,00)
Com sorvete de rapadura com limão e molho reduzido
de catuaba. O sabor tava demais.

O chef Willian (formado em Engenharia Mecânica e auto-ditada na cozinha) não estava na casa, nem em Brasília. Estava fora ministrando um workshop em um festival gastronômico. Mas, na minha volta ao Babel, sai com a sensação de querer voltar mais vezes e experimentar, por exemplo, o costelinha de porco gratinada com molho teriyaki, coberta com couve-manteiga e escolta de risoto à milanesa ou o peixe branco poncheado em tucupi ganha pirão de leite. A criatividade de Chen, o bom atendimento e a execução atenciosa dos pratos fazem do restaurante um lugar obrigatório para quem é ou vem à Brasília.

Babel
215 Sul bloco A loja 37
Asa Sul - Brasília
Telefone: (61) 3345 8042
Funcionamento: Segunda a sábado, das 19h às 24h.

Um comentário:

Marithimu´s disse...

Ao voltar ao Babel não deixe de pedir "Valentino" o prato que o Willian preparou para o Dia dos Namorados à base de ostras e mexilhões defumados. Vale a pena conferir esta iguaria.