quinta-feira, 5 de outubro de 2017

CHAZEIRA // São cinco horas no Chá da Villa!

Eloína Telho
Colunista de Chá do Gastronomix


O dia amanheceu acinzentado, com chuva mansinha de fundo, meio London inspired; um recadinho dos céus para me avisar que aquele chá das cinco, marcado há algum tempo, prometia.

Tudo foi combinado por instagram e e-mail, por indicação de uma chazeira querida, Tamara (te devo um chá para agradecer!). Após aviso sobre a data possível e minha confirmação, recebi um "caderno de chá", com explicações sobre o funcionamento do local, além de fotos lindas do lugar. Comecei a contar os dias!
Esse é só o começo do caderno de chás...
As fotos são incríveis, mas não vou estragar a surpresa! Rs!


Na terça-feira, às quatro, eu, o marido e minha ansiedade descambamos para as MI do Lago Norte. Na caminhada, percebíamos que a cidade aos poucos se afastava... O cerrado aparecia em pedacinhos maiores e placas apontavam o caminho da Villa Giardini Ecoparque, onde tomaria meu esperado Chá da Villa.

O portão do local se abriu, atravessei um portal mágico. A construção da direita me dizia que estava na Toscana; o gramado à frente emoldurava a cidade amada de Brasília; o salão, decorado com flores e peças de antiquário, repetia que estava na Inglaterra. Eu nem sabia mesmo onde estava, mas estava ali, encantada, e era ali que queria estar, mesmo. Uma lousa indicava o lugar do "Chá da Eloína" e de repente virei Alice, com direito a País das Maravilhas!  
Lavandinhas lindas a nos receber...
Oi, meu nome é Eloína... Mas pode me chamar de Alice! :) 
Da janela, o jardim!
O salão! 
Vista da nossa janela lateral...
E a vista da mesa!!

Recebidos por Ana Terra, a chef responsável pela ideia e execução do chá, nos encaminhamos para a nossa mesinha. Que fofura! Tudo era delicadeza, a louça, o infusor, as flores, as xícaras, os bules, as jarras... Não sabia para onde olhar primeiro! Aos poucos, foram chegando as guloseimas pensadas com carinho para o nosso chá a dois: bolinho de milho em formato de coração, tomatinhos cereja românticos, tortilhas, salgadinhos, bolos e doces, com explicações caprichosamente escritas à mão (em tempos de whatsapp, bilhetinhos artesanais são um lu-xo!). A apresentação, deixo que seus olhos julguem...  
Porque devagar é melhor, né? 
Bolinho de milho do amor!
Tomatinhos românticos!
Um pedacinho da mesa... E da mãozinha nervosa
do marido me ajudando nas fotos! Rs!
 
Os salgadinhos 
Em detalhes... 
Com direito a bilhetinhos escritos de próprio punho!
Pense num bolo bom!
Flores em todo lugar...
E um montão de delicadeza!
De bebida, água aromatizada, pink lemonade (a melhor que já tomei!), café e, claaaaaro, chazinhos, para a escolha dos quais havia um cardápio. Um beijo para quem adivinhou que eu escolhi um puerh! Muaaaah! Rs!  
A mesinha de apoio... E lá no fundinho outro grupo
aproveitando o momento, como nós!
 
Água saborizada 
E a maior delícia do mundo: chá! :)
O tempo passou como precisávamos, bem devagarzinho. Ao som de Billie Holiday e sentindo o cheiro de chuva trazido pelo vento, saboreamos o momento. No oásis da Villa, ainda tivemos a oportunidade de saber que toda a ideia do Chá da Villa, em operação há oito meses, foi planejada com esmero por Ana Terra, chef de apenas vinte anos de idade, curiosa dos chás, que não come carne vermelha, se amarra em ayurveda, quer estudar na Índia, cursa nutrição e gastronomia ao mesml tempo e tem planos maravilhosamente maiores para o espaço que, para mim, já é um dos mais especiais de Brasília. Eu acho mesmo é que ela tem planos de dominar o mundo. E boto fé que vai conseguir! 
Ana Terra e seu bule em roupa de gala!
A dica da Tamara foi uma das melhores dos últimos tempos... E pelo bem que me fez, agora tá aqui, de mão beijada para você. Faça-se este favor: se dê de presente uma tarde dessas, faça chuva ou faça sol. Para os dias de chuva, a chef usa o salão para o serviço, de onde se avista o lago; em dias de sol, o chá é servido no gramado, com vista do sol se pondo... Garanto que qualquer opção vai tocar seu coração e o máximo de arrependimento que você terá é o de não ter ido antes!

O quê?

Chá da Villa (@chadavilla, no instagram)

Onde?
Villa Giardini, na SMLN MI 13, Chácara 261-A, Núcleo Rural Córrego do Tamanduá, Setor de Mansões do Lago Norte

Contato?
(61) 3548-5535  Claro (61) 9182-4771 Vivo (61) 9871-5534 Oi (61) 8614-7196 TIM (61) 8338-9671; www.villagiardini.com.br; contato@villagiardini.com.br

Quando?

Em regra, às segundas e terças, sempre mediante reserva e pagamento prévio, de 16h30min às 18h30min. Há brunchs em alguns sábados, basta se informar.

Quanto?
Em outubro/2017, R$ 65,00 (sessenta e cinco reais), por pessoa.

Tem dicas especiais como essa da Tamara? Divida com os coleguinhas! Quem é chazeir@ adora provar um novo lugar! Vou adorar saber por que caminhos você tem andado atrás da xícara perfeita...


Ah, se quiser me acompanhar pelo Instagram ou Facebook , lá estão as imagens que ilustram na prática tudo o que falamos por aqui, feitas a partir do meu #momentomágico: @chazeira (insta) ou @eloinachazeira (face) . Te espero lá, pra não morrermos de saudade até a próxima quinta, certo?

Beijos e bons chazinhos, no lugar mais especial que sua mente permitir! :)
 

10 comentários:

Elisa Melo disse...

Lolo me levaaaaaaa!!!!!!

Barbara Siqueira disse...

Já vou salvar aqui pra ir. Deve ser delicia de tudo!

Dani disse...

Pra essas vc não leva a gente, né? Rsrsrs

Ana Tolcci disse...

Estou apaixonada pelo lugar!! A forma como você o descreve, Eloína, faz esse sentimento ainda maior. Quero ir logo!!! Lugar mágico, palavras mágicas!! Eloína, você nasceu para isso!! Parabéns, sempre está de parabéns pelo belo trabalho.

Eloína Telho disse...

Já tô atrás da data! :)

Eloína Telho disse...

Lembrei demais de vc! :)

Eloína Telho disse...

Claro que levo, só querer! :)

Eloína Telho disse...

Vc é a amiga mais generosa do mundo, isso sim! Quero ir com vc, Babi e Stella, em breve, para celebrarmos a vida! :)

Ana Carolina P F Aires disse...

Meu coração transbordou com esse post!! Que coisa mais linda! O lugar e a publicação! Nunca tinha ouvido falar desse lugarzinho tão fofo que fica bem aqui do lado! Já quero ir!!

Eloína Telho disse...

Vamos combinar? É lindo demais, Carol!